Aterro sanitário de Caruaru tem vida útil até janeiro


A informação foi confirmada em entrevista à Rádio Cultura. (Imagem: Reprodução)

O aterro sanitário de Caruaru está com capacidade para armazenar lixo apenas até o mês de janeiro de 2018. A informação foi confirmada pelo secretário executivo de Serviços Públicos, Ytalo Farias, em entrevista ao programa Cultura Entrevista, na Rádio Cultura.

“Hoje, o aterro sanitário tem uma capacidade de até, aproximadamente, janeiro do ano que vem, então a gente está trabalhando dentro do aterro sanitário com obras para fazer uma expansão para que consiga ter mais tempo de vida útil e a gente consiga colocar mais lixo”, apontou.

De acordo com ele, estão sendo providenciados relatórios de impactos ambientais e licenças para que seja possível utilizar a área da melhor forma, economizando espaço e garantindo capacidade de armazenamento para os próximos anos.

Além disso, o gerente de limpeza do município, Matheus Freitas, afirmou que a pasta já encaminhou ao governo federal um pedido de repasse de recursos no valor de R$ 14 milhões para expandir a área. O projeto foi inscrito no programa Avançar Cidades.

“Temos um projeto para a expansão do atual aterro sanitário, contemplando compostagem e coleta seletiva, de maneira que a área que conseguirmos expandir do aterro sanitário seja maximizada ao longo do tempo”, explicou.