Bruno Araújo pede demissão do Ministério das Cidades


A carta de exoneração foi entregue antes do evento de lançamento do Cartão Reforma. (Imagem: Divulgação)

O ministro das Cidades, Bruno Araújo (PSDB) pediu demissão nesta segunda-feira (13). O tucano enviou sua carta de exoneração ao presidente Michel Temer, antes da cerimônia de lançamento do Cartão Reforma, que aconteceu no Palácio do Planalto.

No texto, Bruno agradeceu a Temer por sua confiança, mas afirmou que não há mais apoio da sigla para que permaneça no cargo. “Não havia mais apoio no PSDB com tamanho suficiente para isso. Tenho uma vida política e partidária. Retorno à Câmara para cumprir outras tarefas”, afirmou Araújo, em entrevista ao jornal Folha de São Paulo.

Durante o evento do Cartão Reforma, o parlamentar deu indicações de que não permaneceria no cargo, mas não fez um anúncio oficial.

Confira a carta de exoneração na íntegra: