Conselho descreve recomendações feitas à Gerência de Proteção Animal de Caruaru


A Prefeitura deve regularizar a atividade em até 30 dias. (Imagem: Stephanie D’ávila/Rádio Cultura do Nordeste)

Em entrevista ao programa Cultura Informa desta quarta-feira, (29) o Presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de Pernambuco, Marcelo Weistein Teixeira, falou sobre as recomendações que foram feitas a Gerência de Proteção Animal (GPA).

Segundo Teixeira, o órgão apresenta irregularidades que podem colocar em risco a vida dos animais e das pessoas que buscam o serviço, como falta de regularização e ausência de um veterinário responsável técnico.

Além disso, o gestor afirmou que a Prefeitura tem o prazo de trinta dias para apresentar os documentos necessários e regularizar a atividade.