Governador propõe criação de novas delegacias em Pernambuco


Os projetos serão encaminhados à Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). (Imagem: Divulgação/Governo de Pernambuco)

O governador Paulo Câmara, assinou, nesta sexta-feira (17), três projetos de lei para reforçar a segurança no Estado. Os textos serão encaminhados à Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) e devem ser analisadas a partir da segunda-feira (20). A previsão é que sejam aprovados até o dia 10 de dezembro, para que os investimentos passem a funcionar em março do próximo ano.

Os projetos preveem a criação do 26º Batalhão da Polícia Militar (26º BPM), do 2º Batalhão Integrado Especializado de Policiamento (2º BIEsp) e da 11ª Companhia Independente da Polícia Militar (11ªCIPM). As medidas integram o Plano de Segurança de Pernambuco e contemplam um investimento de R$ 290,8 milhões para o setor.

O 26º BPM terá sede em Itapissuma, atuando na prevenção e no combate e atendendo os municípios de Igarassu, Itamaracá e Araçoiaba. Já o 2º BIESP deverá ter sede em Petrolina e contará com Subunidades de Choque, Rádio Patrulha, Moto Patrulhamento e Trânsito. A 11ª CIPM terá sede em Lajedo e atuará na Microrregião de Garanhuns e na Mesorregião do Agreste Pernambucano, reforçando o policiamento nos municípios de Jupi, Jucati, Panelas, Jurema, Calçados, Ibirajuba e Canhotinho.

A previsão é que novas delegacias de combate ao tráfico (Denarc) sejam instaladas em Caruaru, Cabo de Santo Agostinho, Goiana, Vitória de Santo Antão, Garanhuns, Arcoverde, Serra Talhada, Ouricuri e Petrolina. Além disso, nove unidades de Polícia Criminalística devem passar a atuar em Caruaru, Petrolina, Ouricuri, Salgueiro, Afogados da Ingazeira, Arcoverde, Palmares e Nazaré.