Lei que proíbe homenagens a escravocratas é aprovada na Câmara de Vereadores de Caruaru


O projeto foi aprovado por unanimidade. (Imagem: Vladimir Barreto Rodrigues/ASCOM)

A Câmara Municipal dos Vereadores de Caruaru, aprovou, nesta terça-feira (26), em segunda votação, um projeto de lei que proíbe homenagens a escravocratas e condenados por crimes contra Direitos Humanos, racismo, injúria racial, ou eventos históricos ligados a tortura em estabelecimentos públicos da cidade. O projeto foi aprovado por unanimidade.


A proposta, de autoria da vereadora Perpétua Dantas (PSDB), diz que os prédios e espaços públicos que já receberam nomes em homenagem a essas personalidades, deverão ser renomeados no prazo máximo de um ano, a partir da publicação da lei. Se o projeto for sancionado pelo poder executivo, ficarão vedadas a nomeação de vias públicas, prédios municipais, locais públicos e a construção de bustos, estátuas e monumentos em homenagem aos que se enquadrarem no dispositivo. Enquanto os monumentos como bustos e estátuas serão retirados e armazenados no Museu Memorial Caruaru, para fins de preservação do patrimônio histórico, com informações sobre o período escravagista.

Por Daniel Nascimento – 27/04/2022