Pernambuco ocupa 2º lugar em transplantes de coração


O levantamento foi divulgado pela Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos (ABTO). (Imagem: Reprodução)

Pelo terceiro trimestre consecutivo, Pernambuco assume o primeiro lugar no ranking de transplantes de coração do Norte e Nordeste e segundo em todo o país. O levantamento foi divulgado pela Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos (ABTO).

Entre janeiro e setembro, foram contabilizados 43 pacientes transplantados, número 13% maior que o total de transplantes realizados durante todo o ano de 2016. Apesar da alta, no mesmo período, seis pacientes morreram em fila de espera aguardando esse órgão.

O estado também é o segundo no Brasil em transplantes de medula óssea, com 162 pacientes atendiso nos primeiros nove meses do ano. “A doação pode beneficiar um paciente com compatibilidade de qualquer Estado do Brasil, ou até mesmo de outros países”, explica a coordenadora da Central de Transplantes de Pernambuco (CT-PE), Noemy Gomes.

Na fila de espera, há 1.032 pacientes. Desses, 792 aguardam um rim, 136 córnea, 80 fígado, 16 medula óssea, 7 coração e 1 rim/pâncreas.