Pernambuco realizará diagnóstico dos casos de febre amarela


A medida reduzirá o tempo de espera dos resultados de 40 dias para cinco a seis dias. (Foto: James Gathany/CDC)

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) anunciou que começará a realizar exames sorológicos para febre amarela. De acordo com o órgão, a medida visa agilizar o diagnóstico da doença. A estratégia já vinha sendo planejada desde 2017, quando casos da enfermidade no sudeste do Brasil causaram um alerta nacional para o risco de surto.

Com a medida, os exames antes realizados no Instituto Evandro Chagas (IEC), no Pará, passam a acontecer no Laboratório Central de Pernambuco (Lacen). A nova dinâmica reduzirá o tempo de espera dos resultados de 40 dias para cinco a seis dias.

Pernambuco tem, até agora, dois supostos casos de Febre amarela sendo investigados.  A suspeita, é sobre um homem e uma mulher que apresentaram quadro febril leve após passarem por áreas de risco em São Paulo e Bahia. As amostras de sangue recolhidas estão sendo analisadas pelo IEC.