Polícia Civil realiza mandados de busca e apreensão em Caruaru


As investigações são relacionadas a contratos de oferta para alimentação escolar. (Imagem: Reprodução)

Foi deflagrada, nesta quinta-feira (14), em Pernambuco, uma operação da Polícia Civil do estado com o apoio do Ministério da Transparência e Controladoria Geral da União (CGU). A iniciativa visa investigar uma organização criminosa formada por empresas suspeitas de fraudar licitações em contratos de oferta para alimentação escolar.

Os policiais estão cumprindo 15 mandados de busca e apreensão nos municípios de Quipapá, Caruaru, Garanhuns, Terezinha, Correntes e Recife. Os suspeitos poderão responder pelos crimes de peculato, falsidade ideológica e associação criminosa.

Segundo a CGU, um grupo de empresas se inscrevia nas licitações, mas atuava em conluio para conseguir os contratos. Em Quipapá, elas receberam R$ 3,5 milhões em recursos federais.

Os contratos eram destinados à oferta de alimentação escolar aos estudantes matriculados em todas as etapas e modalidades da educação básica da rede pública e de entidades qualificadas como filantrópicas.