Secretaria de Saúde de Pernambuco descarta casos suspeitos de febre amarela


A pasta divulgou uma nota descrevendo os critérios que definem casos suspeitos. (Imagem: Reprodução)

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) divulgou, nesta semana, uma nota informando que já recebeu os resultados dos exames laboratoriais (PCR e IgM) da paciente de 37 anos notificada como suspeita para febre amarela. O resultado deu negativo para a doença e, por isso, o caso foi descartado.

Além disso, o caso do paciente de 54 anos, residente no Distrito Federal, que também foi notificado, foi descartado por “não se enquadrar nos protocolos para um caso suspeito”. A pasta informa, no entanto, que o paciente foi vacinado.

“De acordo com os critérios da Organização Mundial de Saúde e do Ministério da Saúde – reproduzidos em Pernambuco -, para se enquadrar como caso suspeito, o paciente, além da febre e ter residência ou passado por área de risco, precisa apresentar icterícia e/ou manifestação hemorrágicas e não ser vacinado ou ter vacina status vacinal ignorado – o que não ocorreu nos dois casos”, destaca.