Cai o número de casos prováveis de dengue em Caruaru

Pernambuco também apresenta baixa incidência de novos casos (Imagem: Divulgação)
Pernambuco também apresenta baixa incidência de novos casos (Imagem: Divulgação)
Pernambuco também apresenta baixa incidência de novos casos (Imagem: Divulgação)

Foi divulgado ontem (22), pela Secretaria de Saúde de Caruaru, um novo boletim epidemiológico com os registros de arboviroses no município, contabilizados entre os dias 1º de janeiro e 18 de maio. De acordo com a pasta, no período, foi registrado o total de  586 casos prováveis de arbovirose em Caruaru. Isso representa uma queda, em relação à semana passada, que contabilizava 738 casos prováveis.

Em relação à dengue, a pasta contabilizou na última semana 377 casos prováveis, no levantamento anterior eram 514 casos prováveis. Outros 2.451 casos foram descartados para a doença, enquanto 113 foram confirmados. Sobre a chikungunya, a secretaria divulgou que há 85 casos prováveis, nove casos confirmados e outros 880 descartados. Também foram contabilizados 124 casos prováveis de zika, com outros 518 casos já descartados, sem nenhuma confirmação até o momento. 

Pernambuco:

Em Pernambuco, o Informe Epidemiológico de Arboviroses, da Secretaria Estadual de Saúde apresentou um novo levantamento que corresponde ao período de 31 de dezembro a 18 de abril, contabilizando 25.453 casos prováveis de dengue no estado. Do total,  3.809 casos já foram confirmados e dentre eles, 76 foram considerados casos graves. Ainda segundo o documento, o número de casos prováveis de dengue é 537,8% maior se comparado ao mesmo período do ano anterior. Neste ano, também foram contabilizadas quatro mortes em decorrência da doença. Ainda assim, a Secretaria Estadual de Saúde observa uma tendência de diminuição na incidência de novos casos de dengue em Pernambuco.

Já sobre chikungunya, o informe apontou que no estado há  3.946  casos prováveis da doença, sendo 456 casos confirmados. Se tratando de zika, Pernambuco contabiliza 355 casos prováveis, sendo 49 deles em mulheres grávidas. Nenhum caso foi confirmado até o momento.

Por Maria Eduarda Rodrigues

Compartilhe

Destaques

Veja Mais