Lei que torna brega expressão cultural de Pernambuco é publicada no Diário Oficial


A proposta é de autoria do deputado Edilson Silva (PSOL). (Imagem: Reprodução)

Foi publicada no Diário Oficial de Pernambuco a Lei que inclui o brega recifense como expressão artística de Pernambuco. O projeto foi aprovado por unanimidade na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), em maio deste ano. Com a oficialização, o gênero passa a ser obrigatório na grade de eventos financiados pelo Executivo Estadual, assim como o frevo, maracatu, coco, ciranda e cavalo marinho.

De acordo com o autor da proposta, deputado Edilson Silva (PSOL), a medida tem como objetivo proteger a expressão e fortalecer o movimento cultural. O projeto é uma resposta à decisão da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado (Fundarpe) de proibir a inclusão do gênero nos palcos do carnaval do estado deste ano.

“O objetivo da lei original é estabelecer uma cota de participação dessas expressões dentro dos eventos e shows custeados pelos poder público estadual (Fundarpe, Empetur e SeCult-PE). Agora, com a aprovação, nós vamos para uma segunda fase desse debate, que é a inclusão dessas expressões dentro dos ciclos festivos da cultura pernambucana”, apontou o parlamentar.