Bolsonaro sanciona lei do programa Casa Verde e Amarela


O programa Casa Verde e Amarela divide os beneficiários em três grupos. (Imagem: Adalberto Marques/Integração Nacional)

Nesta terça-feira (12), o governo federal sancionou a Medida Provisória (MP) que institui o programa Casa Verde e Amarela, que substitui o Minha Casa, Minha Vida, criado em 2009. A meta do governo é atender 1,6 milhão de famílias de baixa renda com financiamento habitacional até 2024.
O programa Casa Verde e Amarela divide os beneficiários em três grupos. 

O grupo 1 é composto por famílias com renda de até R$ 2 mil mensais. Se a família residir nas regiões Norte e Nordeste, a renda pode ser de até R$ 2,6 mil. O grupo 2 é destinado para as famílias com renda entre R$ 2 mil e R$ 4 mil mensais, enquanto o grupo 3 é formado por famílias com renda entre R$ 4 mil e R$ 7 mil mensais. Além disso, o programa contempla famílias com renda anual de até R$ 84 mil, que moram na zona rural. 

Por Sarah Rêgo – 13/01/2021