Caruaru registra diminuição em casos prováveis de arboviroses 

Em Pernambuco, duas novas mortes foram contabilizadas.

(Imagem: Divulgação)
(Imagem: Divulgação)

Foi divulgado nesta quarta-feira (27), pela Secretaria de Saúde de Caruaru, um novo boletim epidemiológico com os registros de arboviroses no município, contabilizados entre os dias 1º de janeiro e 22 de junho. De acordo com a secretaria, o município registra atualmente 386 casos prováveis de arbovirose. Isso representa uma diminuição, em relação à semana passada, quando foram contabilizados 390 casos prováveis.

Em relação à dengue, a pasta contabilizou até a última semana 305 casos prováveis, no levantamento anterior eram 299 casos prováveis. Outros 2.945 casos foram descartados para a doença, enquanto 142 foram confirmados, seis a mais que na semana anterior, quando havia 133 casos confirmados. Sobre a chikungunya, a secretaria divulgou que há 55 casos prováveis, 12 casos confirmados e outros 1.011 descartados. Também há 26 casos prováveis de zika, com outros 743 casos já descartados, sem nenhuma confirmação até o momento. 

Pernambuco

Em Pernambuco, o Informe Epidemiológico de Arboviroses, da Secretaria Estadual de Saúde, divulgado ontem (26), apresentou um novo levantamento, contabilizando 26.254, casos prováveis de dengue no estado. Representando um aumento de 464,8% em relação ao mesmo período de 2023. Do total,  5.823 casos da doença já foram confirmados e dentre eles, 105 foram considerados casos graves. Na última semana o estado teve mais duas mortes, contabilizando seis óbitos em decorrência da doença neste ano. Ainda assim, outros 32 possíveis óbitos estão em investigação.

Sobre chikungunya, o informe apontou que no estado há 4.074  casos prováveis da doença, sendo 798 casos confirmados. Se tratando do zika vírus, nenhum caso foi confirmado no estado até o momento e a pasta contabiliza 305 casos prováveis.

Por Maria Eduarda Rodrigues

Compartilhe

Destaques

Veja Mais