Compesa realiza ações de recuperação do Sistema de Esgotamento Sanitário de Caruaru


As atividades fazem parte do Programa de Saneamento Ambiental da Bacia do Rio Ipojuca. (Imagem: Divulgação/Compesa)

A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) deu início às ações do Programa de Saneamento Ambiental da Bacia do Rio Ipojuca (PSA Ipojuca) em Caruaru. A primeira fase dos serviços está sendo realizada ao longo de 7 km de tubos interceptores de esgoto localizados às margens do Rio Ipojuca.

De acordo com o coordenador do PSA Ipojuca, Sérgio Murilo Guimarães, o objetivo da intervenção é realizar os serviços de limpeza e desobstrução do coletor-tronco. “A ideia é tirar toda a obstrução existente, a exemplo de pedras, madeira e paralelepípedos. Também vamos filmar a parte interna do coletor para sermos bem precisos nos pontos de obstrução”, explica.

Outra frente de trabalho que já está em andamento é o cadastramento de cerca de 300 km de rede de esgoto existente no município para que ela seja integrada à rede da Compesa.

A ação conta com um investimento de R$ 7 milhões, proveniente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).