Família de paciente com aplasia medular faz campanha na internet à procura de doador de medula óssea


Médica recifense Júlia Soares Alexandre precisa urgentemente de um transplante. (Imagem: Divulgação)

A médica recifense Júlia Soares Alexandre, de 36 anos, foi diagnosticada com aplasia medular severa, uma doença grave que diminui a produção dos grupos de células sanguíneas e provoca anemia, alto risco de sangramento e necessidade de transfusões de sangue.

Julia, que é casada e mãe de uma menina de 5 anos, precisa urgentemente de um transplante de medula óssea para ser curada. Ela está internada no Hospital Clinic Barcelona, na Espanha.  Para aumentar as chances de encontrar um doador, seus parentes, que moram no Recife e em Caruaru, iniciaram a campanha virtual #TodosPorJulia, para encontrar pessoas compatíveis para a doação. 

O exame de sangue para verificar a compatibilidade é simples e totalmente gratuito. O procedimento pode ser realizado em qualquer hemocentro ou centros de coleta do Cadastro Nacional de Doadores de Medula. Em Caruaru, o Hemope funciona de segunda a sexta-feira das 7h30 às 17h, na Avenida Osvaldo Cruz, bairro Mauricio de Nassau.

Após a realização do exame, o resultado é incluso no Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea (REDOME). Sendo compatível, o transplante é realizado com uma simples agulha, sem a necessidade de internamento hospitalar.

Os parentes de Júlia podem ser contatados por meio dos números 98186-0484, 999511-1987 ou 98629-7777.

Por Dido Montenegro e Patriota Jr – 24/09/2020