Feminicídio passa a ser reconhecido como crime em Pernambuco


A nomenclatura passa a substituir o termo “crime passional” nos boletins de ocorrência. (Imagem: Divulgação/Governo Federal)

O feminicídio foi instituído, nesta segunda-feira (4), nos registros de crimes de Pernambuco. Por meio de decreto assinado pelo governador Paulo Câmara, a nomenclatura passa a substituir o termo “crime passional” nos boletins de ocorrência no estado.

De acordo com a Secretaria de Defesa Social (SDS), o objetivo da ação é retirar o teor “culpabilizante” das mulheres que são vítimas de crimes letais que envolvem violência doméstica e familiar e menosprezo ou discriminação à condição de mulher.

O crime de feminicídio será registrado no Sistema de Mortalidade de Interesse Policial (SIMIP).