Ministério Público instaura inquéritos relacionados a São João de Caruaru


As ações envolvem empresas contratadas para a prestação de serviços no ano passado. (Imagem: Stephanie D’ávila/Rádio Cultura do Nordeste)

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) instaurou quatro novos inquéritos civis para apurar fatos relacionados ao São João de Caruaru. As portarias foram publicadas na edição desta sexta-feira (17) do Diário Oficial e envolvem empresas contratadas para a prestação de serviços nas festividades do ano passado.

Por meio das publicações, ficou estabelecido o prazo de dez dias para que a Fundação de Cultura e Turismo do município se manifeste. As ações envolvem empresas que prestaram os serviços de ornamentação, de prevenção contra incêndio e de higienização. Juntos, os contratos totalizam mais de R$ 2,7 milhões.

Assinadas pelo promotor Marcus Tieppo, as portarias relatam que as irregularidades poderiam levar ao superfaturamento dos contratos, já que os preços firmados incluem o valor de encargos trabalhistas, que deveriam ser de responsabilidade das empresas.

Por meio de nota, a Prefeitura Municipal informou que não tem dificuldade de prestar os devidos esclarecimentos, com clareza e transparência.

 Por Stephanie D’ávila – 18/05/2019