Pesquisa eleitoral: Raquel Lyra lidera com 59,8%


A pesquisa foi realizada pelo Blog do Magno Martins em parceria com a Rádio Cultura do Nordeste (Imagem: Divulgação)

O Blog do Magno Martins, em parceria com a Rádio Cultura do Nordeste, realizou uma pesquisa  de  intenção de votos para as eleições municipais de 2020 de Caruaru. Os resultados foram divulgados nesta sexta-feira (23) durante o programa Comando Geral da Notícia. No total, 500 pessoas foram entrevistadas na segunda (19) e na terça-feira (20). A pesquisa, realizada pelo Instituto Opinião Pesquisas Sociais, foi registrada no último sábado (17).  

Se as eleições fossem hoje, Raquel Lyra (PSDB) estaria reeleita no primeiro turno, com 59,8% das intenções de voto. Dos entrevistados, 15% disseram que votariam no Delegado Erick Lessa (PP), enquanto 3,8% declararam que votariam em Raffiê Dellon (PSD), 2% em Marcelo Gomes (PSB), 1,6% em Marcelo Rodrigues (PT) e 0,2% em Rafael Wanderley (UP). Brancos e nulos somam 6,4% e os indecisos são 11,2%.

No levantamento espontâneo,  quando não são apresentados aos entrevistados os nomes dos candidatos, Raquel aparece com 58,8%, enquanto Delegado Lessa tem 9,6% e Raffiê Dellon 3%. Marcelo Gomes e Marcelo Rodrigues surgem empatados com 1% das intenções, cada. Os entrevistados não citaram Rafael Wanderley. Brancos e nulos atingem 5,8% e os indecisos vão a 20,8%.

Em relação à rejeição, 15% disseram que não votariam em Marcelo Gomes de jeito nenhum, seguido por Lessa, com 12,8%. Raquel Lyra é rejeitada por 9,4% dos eleitores, Raffiê Dellon por 8,6% e Marcelo Rodrigues por 7,4%. Rafael Wanderley tem rejeição de 3%. Dos entrevistados, 39% não rejeitam nenhum dos candidatos, enquanto 4,8% rejeitam todos.

Segundo turno

A pesquisa também simulou cenários de segundo turno. Entre Raquel Lyra e Delegado Lessa, 65% votariam na prefeita e 18,4% no candidato do PP. Brancos e nulos somam 7% e 9,6% não souberam responder. Entre Raquel e Raffiê Dellon, 69,2% votariam na atual gestora e 13% no candidato do PSD. Brancos e nulos representam 8,8% e os indecisos são 9%.

Em outro cenário, entre Raquel e Marcelo Gomes, a prefeita soma 71% das intenções contra 11,4% do candidato do PSB. O índice de brancos e nulos vai a 9% e o de indecisos chega a 8,6%.

Quando a consulta é estratificada, as maiores taxas de intenção de voto de Raquel estão entre os eleitores idosos (68,2%), os eleitores com grau de instrução superior (68,3%) e os eleitores com renda familiar acima de cinco salários mínimos (71,0%). Por sexo, tem a preferência de 61,4% dos homens e 58,5% das mulheres.

Enquanto o Delegado Lessa tem seus maiores índices de voto entre os eleitores da faixa etária dos 25 aos 34 anos (18,4%), eleitores com grau de instrução fundamental 2 (16,2%) e eleitores com renda familiar de até dois salários mínimos (17%). Por sexo, 16,6% são homens e 13,7% mulheres. 

Raffiê Dellon, por sua vez, tem a preferência dos eleitores na faixa etária dos 25 aos 34 anos (5,3%), dos eleitores com grau de instrução ensino médio (5,3%) e dos que possuem renda familiar de até dois salários mínimos (4,7%). Por sexo, 4,7% são mulheres e 2,7% são homens.

Avaliação da gestão

A pesquisa também identificou o grau de satisfação com os três níveis de poder – federal, estadual e municipal. A administração da prefeita Raquel Lyra tem aprovação de 78,6%, enquanto 15,4% não aprovam. Somente 6% não responderam.

O governador Paulo Câmara (PSB), por sua vez, tem desaprovação de 54,6% e é aprovado por 30,6%. Já o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) conta com aprovação de 45% e é desaprovado por 44% do eleitorado.

A pesquisa 

A margem de erro da pesquisa é de 4,4 pontos percentuais para mais ou para menos e o intervalo de confiança de 95%. A modalidade de pesquisa adotada envolveu a técnica de Survey, que consiste na aplicação de questionários estruturados e padronizados a uma amostra representativa do universo de investigação.

O levantamento é representativo dos eleitores da área pesquisada (o município de Caruaru) e foi selecionado da seguinte forma: primeiro na aleatorização da amostra em quatro estágios (bairro/localização, rua, domicílio e entrevistado) e depois em um controle das variáveis (sexo e faixa etária), ponderado de acordo com os dados obtidos junto ao TSE e TRE-PE. A pesquisa está registrada na Justiça Eleitoral sob o protocolo PE-00207/2020.

Com informações do Blog do Magno Martins

Por Sarah Rêgo – 23/10/2020