Vice-prefeito de Agrestina irá cumprir prisão domiciliar


O prefeito de Agrestina segue preso (Imagem: Adriano Monteiro)

O desembargador do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, Edilson Pereira Nobre Júnior, permitiu que o vice-prefeito do município de Agrestina,  Zito da Barra, cumprisse sua pena em prisão domiciliar. O prefeito Thiago Nunes, um secretário e uma empresária, seguem presos. 

O pedido da defesa foi acatado porque Zito da Barra faz parte do grupo de risco da Covid-19. De acordo com os laudos médicos apresentados pelos advogados do vice-prefeito, ele tem picos de pressão alta.

Thiago Nunes e Zito da Barra foram presos no dia 10 de setembro pela terceira fase da Operação Pescaria da Polícia Federal, que visa desarticular uma organização criminosa especializada no desvio de recursos públicos na Prefeitura de Agrestina.

Por Sarah Rêgo – 21/09/2020