Bolsonaro veta auxílio emergencial para atletas e profissionais do esporte


De acordo com a Secretaria-Geral da Presidência, a categoria já é contemplada no auxílio emergencial. (Imagem: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) vetou, nesta quarta-feira (14), a criação do auxílio emergencial para atletas e profissionais da área do esporte. De acordo com a  Secretaria-Geral da Presidência, a categoria já é contemplada no auxílio emergencial. O Planalto também alegou que a criação do auxílio não veio acompanhada de uma estimativa do impacto financeiro no orçamentário.

O projeto, que foi aprovado pelo Congresso em setembro, tinha o objetivo de amenizar os impactos econômicos causados pela pandemia do novo coronavírus. O auxílio iria contemplar atletas, paratletas, técnicos, preparadores físicos, fisioterapeutas, nutricionistas, psicólogos, massagistas, árbitros e trabalhadores envolvidos na realização das competições.

Por Sarah Rêgo – 15/10/2020