Candidato da UP foi o último entrevistado do Paredão Eleitoral


Em entrevista à Rádio Cultura, Rafael Wanderley falou sobre as eleições municipais de 2020 (Imagem: Rádio Cultura do Nordeste)

O candidato a prefeitura de Caruaru, Rafael Wanderley (UP), participou nesta sexta-feira (16) do Paredão Eleitoral da Rádio Cultura do Nordeste. Durante a entrevista, o político falou sobre as eleições municipais de 2020. A sabatina, que tem a parceria do Caruaru no Face e do Blog do Magno Martins, contou com a apresentação dos jornalistas Elaine Dias, César Lucena e Mango Martins.

Nessa rodada, Rafael Wanderley afirmou que a candidata à reeleição, Raquel Lyra (PSDB), deveria repensar suas atitudes durante a campanha: “Eleições às vezes você perde de um dia para outro, tudo pode mudar. Estamos praticamente no começo desse processo eleitoral, então muita água vai rolar. O discurso de alguns apoiadores de que a prefeita estaria eleita no primeiro turno, subiu a cabeça da própria prefeita. Acho que ela deveria repensar. Está comprando a ideia dos apoiadores e hoje já não está participando de debates. Muita campanha tem que ser feita”, disse. 

O candidato também declarou que se houver segundo turno não apoiará Raquel Lyra e Delegado Erick Lessa (PP): “Inicialmente eu gostaria de estar no segundo turno, então vamos trabalhar para isso. Porém, no termo ideológico, o candidato que mais se aproximaria é o Marcelo Rodrigues (PT), mas não discutimos a questão do segundo turno internamente no partido. Há possibilidade, inclusive, de não apoiar ninguém. Por exemplo, na minha opinião, acho que entre Lessa e Raquel não deveríamos apoiar nenhum dos dois”, pontuou. 

Por Sarah Rêgo – 19/10/2020