Caruaru tem baixa procura por vacina contra a Poliomielite

Cerca de 6.600 crianças foram imunizadas no município.

(Imagem: Divulgação)
(Imagem: Divulgação)

No último sábado (08) foi realizado, em Caruaru, o “Dia D” da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite, com 2.803 crianças imunizadas neste dia, em 27 pontos de vacinação nas zonas urbana e rural. No total, do início da campanha, em 27 de maio, até agora, foram mais de 6.600 crianças imunizadas no município. A campanha tem como público-alvo as crianças menores de cinco anos, que precisam completar o esquema vacinal, e segue até esta sexta-feira (14). 

De acordo com a enfermeira do PNI em Caruaru, Monnyque Marques, o número de crianças vacinadas ainda não atingiu o objetivo da campanha. “Nós esperávamos vacinar 95% das nossas crianças, como cobertura vacinal recomendada pelo Ministério da Saúde. Mas, infelizmente, a procura foi baixa. É importante os pais terem a consciência da importância de imunizar as crianças na faixa etária de um a cinco anos, para garantir a proteção contra o poliovírus, que acomete os membros inferiores com uma paralisia irreversível”, disse.

O imunizante continua sendo disponibilizado, de segunda a sexta, nas Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) da Zona Urbana, das 08h às 16h, e da Zona Rural, das 08h às 15h, conforme cronograma de cada unidade, durante e após a campanha. Para se vacinar, a criança precisa estar acompanhada dos pais ou responsáveis, munida da caderneta de vacinação. As vacinas VOP (vacina oral poliomielite) e VIP (vacina inativada poliomielite) são os dois tipos disponíveis no Brasil para proteger contra a poliomielite. Desde 2016, o esquema de vacinação contra a poliomielite inclui três doses da vacina injetável para crianças aos 2, 4 e 6 meses de idade. Além disso, o Programa Nacional de Imunizações (PNI) recomenda duas doses de reforço com a vacina oral bivalente, popularmente conhecida como gotinha, para crianças que têm entre um e cinco anos.

Por Maria Eduarda Rodrigues

Compartilhe

Destaques

Veja Mais