Wolney deseja apoio de Raquel Lyra a José Queiroz em Caruaru

Presidente do PDT-PE foi entrevistado no Comando Geral da Notícia de hoje (09)(Imagem: Divulgação)
Presidente do PDT-PE foi entrevistado no Comando Geral da Notícia de hoje (09)(Imagem: Divulgação)
Presidente do PDT-PE foi entrevistado no Comando Geral da Notícia de hoje (09)(Imagem: Divulgação)

No programa Comando Geral da Notícia desta sexta-feira (9), o presidente do PDT em Pernambuco, Wolney Queiroz, falou sobre o desejo de ter o apoio da governadora de Pernambuco, Raquel Lyra (PSDB), a José Queiroz nas eleições municipais de 2024, em Caruaru. “Eu não posso falar pela governadora Raquel Lyra, eu não posso. O que eu posso dizer é o seguinte: o PDT espera o apoio dela para Zé Queiroz. Eu apenas comentei aqui que caso ela fique na neutralidade ela não perderia a eleição. Não é que eu queira que ela fique neutra, não. Nós esperamos o apoio  dela em Caruaru, mas ela não pode se comprometer com isso (…) Ela disse que é um assunto que ela vai estudar, que ela vai analisar com o corpo político dela, que ela vai discutir comigo ainda, vai discutir com Lupi, vai discutir com os outros partidos e tal. Vai olhar o cenário das outras cidades que tem, tem lugares. Ela precisa do apoio do PDT, tem lugares onde ela vai levar um candidato para disputar pelo PDT, em lugares onde a gente vai apoiar o candidato dela. Então isso é uma coisa que a gente está começando a discutir depois do Carnaval.”, declarou Wolney.

No decorrer da entrevista, ele também foi questionado sobre um possível “imbróglio” que está ocorrendo entre PDT, PSB e PSDB. Wolney negou que estejam com problemas e declarou que quem está enrolado é o prefeito de Caruaru Rodrigo Pinheiro, classificando-o como “destroçado politicamente”: “Imbróglio quem está vivendo é Rodrigo Pinheiro, que todo mundo dizia que ele estava absoluto, mas agora não tem partido nenhum, não tem apoio nenhum (…) O Rodrigo é quem está enrolado (…) Hoje tá doidinho querendo sair do PSDB procurando um partido, porque acho que Raquel agora não vai apoiar ele (…) Não tem nada de partido, tá? Está destroçado. Destroçado politicamente, Zé Queiroz é quem reina. Tudo vai ter o apoio de todo mundo. Vai ser o candidato absoluto. A gente vai fazer uma campanha gigante, para ganhar no primeiro turno, uma onda como já está em Caruaru. E você vai ver como é que vai ser isso quando depois do Carnaval (…) Terá apoio de um lado a outro de Raquel a Lula.”, disse ele.

Ainda durante a participação, Wolney anunciou que poderá assumirá interinamente o Ministério da Previdência Social, em substituição ao titular da pasta, Ministro Carlos Lupi, que estará em uma missão internacional na próxima semana. Wolney Queiroz ocupa atualmente o cargo de Secretário-Executivo da Previdência Social.

Por Maria Eduarda Rodrigues

Compartilhe

Destaques

Veja Mais