Exame supletivo é aplicado para socioeducandos da Funase


Ao todo, 502 pessoas privadas de liberdade estão inscritas para fazer as provas. (Imagem: Divulgação)

Adolescentes e jovens em cumprimento de medidas socioeducativas em Pernambuco participam, nesta segunda-feira (21), do Exame Supletivo voltado a pessoas privadas de liberdade (PPL). Ao todo, 502 socioeducandos estão inscritos para fazer as provas, que serão aplicadas pela Secretaria Estadual de Educação e Esportes (SEE) em unidades de internação e de semiliberdade administradas pela Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) em todas as regiões do Estado.

O objetivo do Supletivo é certificar estudantes de nível fundamental ou médio que não concluíram os estudos na idade adequada. Para participar, os estudantes devem ter a partir de 15 anos, no caso dos que pleiteiam certificado de conclusão do Ensino Fundamental, e 18 anos, para os que buscam concluir o Ensino Médio. As provas estão sendo realizadas nos turnos da manhã e da tarde, com observância aos protocolos de prevenção ao novo coronavírus. Dos 502 inscritos, 348 são do regime de internação, e 154, do de semiliberdade.

“Muitos dos nossos meninos e meninas estavam em uma relação de distanciamento da escola quando chegam à Funase. O esforço é para mudar essa condição. O Exame Supletivo é uma chance de os alunos abraçarem essa oportunidade”, avalia a coordenadora do Eixo Educação da Funase, Sônia Melo.

Por Patriota Jr – 21/12/2020