Ministério Público divulga recomendações para Secretaria de Saúde de Caruaru


Uma das unidades mencionadas no texto é o Hospital Mestre Vitalino. (Imagem: Reprodução)

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) emitiu, nesta semana, recomendações sobre a saúde pública de Caruaru. A ação foi direcionada às Secretarias Estadual e Municipal de Saúde, à 4ª Geres, à Procuradoria-Geral do Município e à direção do Hospital Mestre Vitalino. De acordo com o MPPE, o texto visa garantir a continuidade dos serviços e ações de saúde do município.

Uma das recomendações feitas foi para que a 4ª Geres realize um levantamento das necessidades de leitos hospitalares de retaguarda na região, estimando os custos diários ou mensais respectivos.  Além disso, a Procuradoria-Geral do Município deve adotar as medidas necessárias em defesa dos interesses do SAMU.

Outro ponto levantado é a sugestão para que o Hospital Mestre Vitalino (HMV) elabore um Plano de Ação para evitar retenção de macas, equipes médicas e ambulâncias alheias. “Ainda se faz necessária a oferta de leitos de retaguarda para impedir ou reduzir a superlotação nas emergências das unidades de saúde estaduais sediadas em Caruaru, além de promover ações e articulações visando reestruturar a Rede Regional de Saúde”, aponta o texto.